sábado, maio 28Alguns posts são restritos a membros inscritos.

Relação de beneficiários

PUBLICAÇÃO EM 29/04/2022
Obs: Cumprimento de sentenaça – recebimento de documentos até 15/06/2022

Procurem seus nomes na LISTA.

ESCLARECIMENTOS SOBRE O INFORMATIVO DA AÇÃO DA URP – UNIDADE DE REFERÊNCIA DE PREÇOS:

Esse processo originário (Ação de Conhecimento), foi impetrado pelo ex-advogado e delegado federal JOÃO JOSÉ CURY, que faleceu.
Depois assumiu o processo SARA BREGUIGAO CURY E PRISCILLA CURY.
Também, teve outro processo ingressado pelo o doutor CURY, no ano de 1990 (meu nome encontrava-se nos dois processos: 1989 e 1990).

Logo após, em 1994, a ANSEF NACIONAL, ingressou com outra ação. Nessa ação, o juiz determinou que as execuções fossem desmembradas em grupos de 100 (cem) colegas.

Foram ingressados alguns grupos, onde alguns colegas já receberam, outros estão com REQUISIÇÕES DE PAGAMENTO EXPEDIDAS, mas os valores estão bloqueados, porque a AGU não aceitou o índice de correção e entrou com um agravo de instrumento, por isso, o juiz suspendou o pagamento, ATÉ O TRÂNSITO EM JULGADO DO AGRAVO DE INSTRUMENTO.

Vale registrar, que esses processos tramitavam de forma física e foram migrados para o PJE – PROCESSO JUDICIAL ELETRÔNICO. Tem processo com cerca de 14 volumes (1994) e o processo de 1989 tem 18 volumes.

Quem tem token e certificado digital poderá abrir todos os volumes dos processos. Eu abri e vi que tem processo que a AGU alegou que tem colega que está em litispendência (o nome já está em outro processo (exemplo: excluiu o nome dele na ação de 1994, porque o nome dele já esta na ação de 1989 ou 1990).

Tem colega que teve o nome excluído do processo de execução, em razão de que a AGU alegou que o colega já recebeu seus valores. Verifiquei, também, que os valores variam entre cerca de R$ 300,00 a R$ 2.500,00. Então, antes de enviarem os documentos solicitados ou procurarem advogados para ingressarem com sua ação de execução, verifiquem se vocês já receberam os seus valores ou se já tem processo de execução em andamento, a fim de evitar duplicidade de processo ou litigância de má fé.

Qualquer coisa, façam as devidas consultas pelo seu nome ou CPF, nas seguintes páginas (processo físico e/ou eletrônico): www.trf1.jus.br (para saber se já recebeu a sua RPV) e www.jfdf.jus.br (para saber se já tem processo em seu nome).

Após efetuarem as consultas e seu nome não aparecer e se você era servidor da Polícia Federal, a partir de abril ou maio de 1988, e era filiado à ANSEF NACIONAL, então nos procure para que possamos solicitar explicações aos advogados e a ANSEF NACIONAL, para que nos informe o motivo do seu nome não constar no processo.

Atenciosamente,

A Diretoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *